Facebook

PINTURA RENOVADA

Escrito por Everton. Publicado em Dicas Úteis - Diversas

Confira dicas para pintar sua casaVeja como planejar o serviço de pintura e como proteger móveis e objetos.

Primeiro, decida se a família fica ou não dentro do imóvel, enquanto rola a reforma. Tudo vai depender do ritmo diário de pais e filhos. “Os moradores devem analisar a dinâmica da própria casa e considerar o tempo de secagem da tinta, os serviços que serão realizados. Se vai ser apenas pintura, ou se haverá preparação de áreas com argamassas, para corrigir desníveis e imperfeições.

02/02/16 - Fonte: Mapa da Obra

Também devem considerar o tempo disponível para concluir a obra”, avalia a arquiteta Érica Salguero, do escritório Érica Salguero Arquitetura e Decoração.

Confira dicas para pintar sua casa

Não que seja uma necessidade alugar um canto para assentar as crianças e afastar todos do pó e da bagunça, mas a dificuldade de administrar o empurra-empurra de móveis, a equipe de execução da obra e, ao mesmo tempo, o almoço dos pequeninos pode deixar a vida muito mais complicada.

Outra preocupação das mães são as reações alérgicas. Na opinião de Gisele Bonfim, gerente técnica e de assuntos ambientais da Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (Abrafati), “a secagem das tintas é cada vez mais rápida e muitas delas têm o odor reduzido. Deixando o ambiente bem ventilado, a tendência é que em pouco tempo o odor não gere nenhum incômodo para moradores”.


Veja também: Dicas Úteis - Diversas

BOX: SAIBA QUAL ESCOLHER

FENG SHUI EXPRESS: TRANSFORME A ENERGIA DA SUA CASA


No caso da presença de crianças, no entanto, Gisele concorda que a solução poderá ser outra. “Elas costumam ser mais sensíveis aos odores e também são mais irrequietas, podendo mexer nos locais recém-pintados, o que prejudica a qualidade final da pintura. Por isso, o ideal é executar o serviço quando as crianças não estiverem em casa”, afirma.

Hora de começar

Também faz parte deste planejamento decidir em que ordem a reforma será feita. A pintura deve começar pelas áreas externas, passando depois para ambientes internos. Os cômodos são pintados na sequência que o consumidor desejar, desde que o trabalho comece pelo forro, depois paredes e, só então, portas, janelas e rodapés.

“Pintar dois cômodos por vez otimiza o tempo; é mais racional. Enquanto seca a primeira demão do primeiro quarto, o segundo começa a ser feito”, conselha Gisele Bonfim.

Antes de começar, certifique-se de que as paredes da área a ser pintada estejam livres de objetos e que os cômodos tenham a menor quantidade possível de móveis. Nesta fase, prateleiras, nichos, lustres e quadros devem ser removidos. Os móveis são deslocados para outros cômodos, a fim de que não sejam danificados. Se não há para onde empurrar, nem como transportar, proteja a mobília com plástico bolha ou papelão, e fita.

“O ideal é juntar tudo no centro do cômodo, para facilitar o trabalho. Interruptores de luz e tomadas devem ser retirados ou protegidos com fita crepe. Pisos e rodapés também são cobertos com papelão, papel jornal ou plástico”, explica Gisele.

Melhor do que todas essas soluções é avaliar se o orçamento é suficiente para contratar um depósito para deixar móveis, caixas de livros e bibelôs. Alternativa que agiliza o tempo de obra, com maior garantia de que nada terminará danificado.

Demora para acabar?

Difícil de calcular, o tempo exato de obra depende da metragem quadrada da residência, do volume de serviços a serem executados e do número de pessoas disponíveis para pôr a mão na massa. Paredes irregulares, de muitos recortes, tomam mais horas de trabalho e o tempo de secagem da tinta escolhida também precisa ser considerado. Isso define o intervalo de espera entre uma demão e outra.

“Em um apartamento menor, de até 60 m², o tempo estimado para pintura, com bom acabamento e área preparada com argamassa, é de aproximadamente um mês. Se o imóvel tem até 150 m², em média, levará dois meses para ficar pronto. Contudo, se o serviço for só a pintura, pode terminar em apenas dez dias, no primeiro caso, e em até três semanas, no segundo”, pondera Érica Salguero.


Siga a Revista Mais Construção no Facebook e no Google+

Login

iCagenda - Calendar

Nenhum evento no calendário
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitantes

127225
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Geral
336
574
2159
120384
18034
21342
127225

Seu IP: 54.90.217.44
17-01-2018